quarta-feira, 26 de abril de 2017

JORNAIS. Os 50 impressos mais vendidos em todo o Brasil

Para os que se interessam em saber como anda a saúde do jornalismo impresso no Brasil, em termos de venda, temos a pesquisa da Associação Nacional de Jornais, de 2014. A do ano passado ainda não foi divulgada. Entre os 50 títulos pesquisados, os cearenses Diário do NE e O Povo, aparecem nas posições 34 e 46, respectivamente. Os dois mais lidos são Folha de SP e O Globo. 


1
FOLHA DE S.PAULO
SP
351.745
2
O GLOBO 
RJ
333.860
3
SUPER NOTÍCIA
MG
318.067
4
O ESTADO DE S.PAULO
SP
237.901
5
ZERO HORA
RS
210.661
6
EXTRA
RJ
 205.994
7
DAQUI
GO
203.157
8
DIÁRIO GAÚCHO
RS
152.310 
9
CORREIO DO POVO
RS
123.062 
10
MEIA HORA
RJ
114.036 
11
AQUI (CONSOLIDADO)
MG
112.187 
12
AGORA SÃO PAULO
SP
 93.714
13
ESTADO DE MINAS 
MG
 87.388
14
O TEMPO
 MG
82.055
15
 DEZ MINUTOS
 AM
66.736
16
 LANCE!
 RJ
 62.675
17
CORREIO*
BA
60.968
18
VALOR ECONÔMICO
SP
59.798
19
 EXPRESSO DA INFORMAÇÃO
 RJ
56.362
20
 CORREIO BRAZILIENSE
 DF
52.612
21
A TRIBUNA
 ES
49.754
22
A TARDE
BA
41.827 
23
JORNAL DO COMMERCIO
 PE
41.748
24
 JORNAL NH
 RS
41.616
25
 DIÁRIO DE S.PAULO
 SP
41.439
26
O DIA
 RJ
 40.621
27
GAZETA DO POVO
 PR
40.525
28
AQUI PE
 PE
40.214
29
DIÁRIO CATARINENSE
 SC
37.311
30
 CORREIO POPULAR
SP
 30.804
31
 AQUI DF
 DF
 30.440
32
 O POPULAR
 GO
30.389 
33
 AQUI MG
 MG
29,234 
34
 DIÁRIO DO NORDESTE
 CE
28.564 
35
 FOLHA DE LONDRINA
 PR
28.256 
36
 PIONEIRO
 RS
27.694 
37
 NA HORA H
 DF
26.763 
38
 DIÁRIO DO PARÁ
 PA
24.744 
39
 GAZETA DE PIRACICABA
 SP
24.212 
40
 HORA DE SANTA CATARINA
 SC
23.553 
41
 MASSA!
 BA
23.099 
42
 NOTÍCIA AGORA
 ES
 23.062
43
 DIÁRIO DE PERNAMBUCO
 PE
24.580 
44
 A GAZETA
 ES
24.368 
45
 CRUZEIRO DO SUL
 SP
21.806 
46
 O POVO
 CE
20.748 
47
 NOTÍCIA JÁ
 SP
20.088 
48
 DIÁRIO DE SANTA MARIA
RS
19.992 
49
 A NOTÍCIA
 SC
19.971 
50
 DIÁRIO DA REGIÃO
 SP
19.227

TV. Globo vai reprisar o 'Sai de Baixo' nas tardes de sábado


NOMES. Morre na Paraiba o radialista Jota Junior

O radialista Jucimar Leite é quem nos conta:

A Paraíba perdeu ontem um dos seus grandes comunicadores de rádio e tv. Seu nome: Jota Júnior. Trabalhou na Difusora de Cajazeiras, liderando audiência nos anos 1980.  Nos encontramos pelos caminhos do rádio em Fortaleza, onde trabalhamos juntos na Rádio Uirapuru, no inicio dos anos 1990, ao lado do colega Francisco Airton que tambem compunha a equipe liderada pelo pastor Carlos Magno de Miranda, meu grande amigo .

De lá, Jota Júnior foi para João Pessoa e conseguiu com o seu carisma, liderança e enorme aceitação nas camadas mais pobres,  expressiva votação, se elegendo prefeito da cidade de Baieux - PB, por dois mandatos consecutivos, tendo como secretário de cultura o nosso Francisco Airton Pereira, um dos seus maiores amigos.

Que Deus dê o devido conforto a família e ao Jota Júnior o reino eterno.
Descanse em paz, meu amigo!

terça-feira, 25 de abril de 2017

SENSACIONALISTA vê o desafio das 9 verdades e 1 mentira

Todas as semanas, um novo “desafio” é lançado no Facebook. Especialistas constatam, porém, que nenhum “desafio” é realmente um desafio. Postar uma foto em preto-e-branco? Mostrar uma foto de juventude? Postar os 10 livros que mais gostou? “Onde está o desafio disso tudo?’, pergunta Tenório Gusmão, coordenador do setor de Psiquiatria da Redes Sociais, cujo maior desafio tem sido encontrar um real desafio no Facebook.
“Não víamos algo tão cabotino quanto o “desafio das 9 verdades e 1 mentira” desde que as pessoas começaram a responder, nas entrevistas, que o maior defeito delas era ser “perfeccionista”, diz Gusmão. O especialista chama atenção para o fato de nenhuma das “verdades” do desafio ser algo de ruim que a pessoa já fez. São apenas grandes feitos. “Não vi ninguém contando que fez um gol contra ou que mijou nas calças quando foi assaltado”.

(Chupado de O Sensacionalista)

JORNALISTAS. Ceará reúne ouvidores em encontro regional

A Associação Brasileira de Ouvidores, regional do Ceará, vai promover, no próximo dia 9, das 8 às 17 horas, no auditório da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado, o IX Encontro de Ouvidores do Ceará.
O encontro congregará cerca de 160 ouvidores de órgãos públicos e entidades privadas, que discutirão diversas questões ligadas ao exercício da profissão.Tema central do encontro é “Percepção e Expectativa da Sociedade sobre a atuação dos Ouvidores”.
A jornalista e professora Adísia Sá, o secretário da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), Flávio Jucá, e o presidente da ABO nacional, Edson Vismona, já confirmaram presença no certame.
(Compilado de Eliomar de Lima)

JORNAIS. O carioca O Dia requalifica a sua página online


segunda-feira, 24 de abril de 2017

LEITURAS. TV cancela quadros de jornais por economia


O Alysson Marques foi quem deu a informação: "A crise financeira que afeta o país pode não chegar nos corredores da Globo e suas afiliadas com força, mas mesmo as líderes de audiência e faturamento precisam cortar custos e ajustar os gastos ao atual momento do Brasil.

Assim fez a TV Verdes Mares nos últimos dias. Segundo fontes seguras, os telejornais da emissora passam a não contar mais com alguns quadros que eram super conhecidos e bem aceitos pelo público.

No "Bom Dia Ceará" o "Eu Amo a Minha Profissão" deixou de ser produzido. No "CETV" o "Nosso Ceará" e o "Mais Saúde" também perderam a vaga. O que, por acaso, já estiver gravado, ainda será exibido. 

A possibilidade dos quadros retornarem posteriormente existe. Mas por enquanto eles estão cancelados por tempo indeterminado e o foco é no noticiário factual.

O quadro "Vida Real" se manteve por questões de audiência e estratégia, por ser considerado essencial para o "CETV".

Repito: não há crise na emissora. Apenas um realinhamento, otimização de pessoal e adaptação ao momento econômico. Características de uma direção moderna e atualizada".

JORNAIS. G1 dá a Jerry o rótulo que era de Wanderley

Equívocos acontecem. Às vezes, falta de informação. Ou de pesquisa. Site do G1 fala da morte de Jerry Adriani e o cita como "o bom rapaz", exatamente a denominação que se dava na Jovem Guarda ao seu concorrente Wanderley Cardoso. Aliás, a música com esse título foi o sucesso que lançou ao Brasil o cantor Wanderley. Mas nada de importante que venha mudar o rumo do 

TOM E JERRY


  

domingo, 23 de abril de 2017

NOMES. E lá se vai Jerry Adriani aos 70 anos de idade


Morreu na tarde deste domingo (23), aos 70 anos, o cantor Jerry Adriani. Ele estava internado desde o dia 7 de abril na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Vitória, no Rio, para tratar um câncer. O corpo do cantor será velado no Cemitério Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio, a partir das 8 horas desta segunda.

Veja: https://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2017/04/23/cantor-jerry-adriani-morre-aos-70-anos-no-rio.htm?cmpid=copiaecola

CURIOSA. 13 sugestões para aqueles que falam em público

Quem precisa falar em público, muitas vezes, se ressente do temor de errar. Li num site dicas curiosas para quem durante sua fala, entrevista, palestra ou apresentação em público pode ocorrer algum tipo de imprevisto. Para amenizar uma situação constrangedora, você pode falar alguma coisa bem humorada e assim descontrair um pouco.



  1. Quando o microfone ou computador falhar; diga “eu não me dou muito bem com toda essa tecnologia” ou “minha sobrinha de 2 anos já troca de desenho no celular e eu não consigo fazer esse negócio funcionar.”
  2. Quando alguém espirrar ou tossir; diga “saúde! se precisar que alguma coisa só chamar.”
  3. Quando alguém rir sozinho ou alto demais; diga “tá tudo bem por aí?”. Se acontecer novamente; diga “alguém chame o Samu, por favor.”
  4. Quando o celular de alguém tocar; diga “se for pra mim, avise que estou ocupado” ou “bom, pelo menos o toque não é da Simone e Simaria.”
  5. Quando um barulho externo incomodar; diga “esquecemos de combinar os efeitos sonoros com o pessoal lá de fora.”
  6. Quando um barulho interno inesperado acontecer; diga “isso se chama efeito surpresa, incluímos isso para apresentação não cair na monotonia.”
  7. Quando alguém derrubar um copo de água; diga “se não estiver com sede, pode devolver, não precisa jogar fora.”
  8. Quando alguém tropeçar; diga “isto foi tudo ensaiado.”
  9. Se você errar um nome ou pronúncia, e alguém corrigir; diga “eu sabia, só estava vendo se vocês estavam prestando atenção mesmo.”
  10. Quando não entrar o vídeo, som ou iluminação combinada; diga “o mais engraçado que no ensaio deu tudo certo.”
  11. Se der um branco; diga “onde mesmo que eu parei?” ou "bom, eu retorno esse assunto mais tarde."
  12. Quando acontecer algum outro tipo de erro; diga “não liga não pessoal, aqui é tudo meio louco.”
  13. Se o erro for recorrente; diga “vocês acham que vida de palestrante/orador/apresentador é fácil?” ou “bem que minha mãe avisou pra estudar medicina” ou ainda, se encaixar: “minha mãe falava estude, estude, eu entendi estúdio, estúdio, entrei na comunicação e vim parar aqui.”

JORNAIS. Lira Neto estreia como colunista da Folha de SP

O jornalista e escritor Lira Neto, atualmente na curadoria da XII Bienal Internacional do Livro - que termina hoje - vai estreiará no próximo domingo como colunista do caderno "Ilustrada", da Folha de SP. Ele vai revezar com o crítico literário e escritor Cristovão Tezza, o espaço que pertencia ao poeta Ferreira Gullar. 

O que diz a Folha sobre Lira

[...] o cearense Lira Neto é jornalista de formação, mas fez nome como autor de biografias cruciais para entender a história do país.Ele começou como redator no "Diário do Nordeste" e chegou a editor de cultura no jornal "O Povo". Neste, também trabalhou como ombudsman. Em 2001, largou a vida em redações para se dedicar às biografias.Como autor, publicou livros sobre Maysa, José de Alencar, Padre Cícero e a trilogia sobre Getulio Vargas. Ganhou quatro prêmios Jabuti por seu trabalho.Neste ano, ele deu início à trilogia "Uma História do Samba", em que narra a evolução do ritmo desde o princípio do século 20."Eu penso em fazer textos analíticos sobre a cultura num sentido amplo, em seu aspecto maior. Tentarei refletir sobre os cenários contemporâneos e os cenários de minhas pesquisas. Mas sem me prender a uma tema restrito. Comportamento, política... Tudo isso é cultura", diz ele, que estreia em 30/4.